Sobrevivência

Como sobreviver a Naufrágios

1 sobreviver a naufrágios

Todos que viajam de navio, seja por longas ou curtas distâncias, correm o risco de naufragar. E todo sobrevivencialista precisa estar sempre pronto para qualquer situação. Foi pensando nisso que eu resolvi postar os dois passos que você deve fazer para sobreviver a naufrágios !

Primeiro passo para sobreviver a naufrágios

3 sobreviver a naufrágios

O primeiro passo para sobreviver a naufrágios é encontrar água e comida, que realmente é uma tarefa hercúlea. Pois, por mais que você esteja cercado de água e peixes, nenhum deles é fácil de conseguir.

Primeiro, porque a água do mar é salgada e segundo porque geralmente os náufragos não dispões de anzóis e – algumas vezes – nem mesmo de um canivete.

Portanto, o ideal é que para conseguir água você consiga capturar pelo menos um peixe. Esse peixe, antes de comer, você deve espremer para que a água contida dentro dele saia.

Não vai ser nada estético, porém ela é menos salgada que a água do mar. Porém, se manter somente com a água de peixe é praticamente impossível. Sendo assim, você irá diluir a água salgada do mar, nessa água doce do peixe.

Entretanto, evite ingerir mais de meio litro dessa água diluída por dia. Se tomar muito, a grande concentração de sal irá atacar os rins e gerar uma série de problemas, entre os quais estão o coma e a morte. O ideal é tomar apenas um gole por vez, a cada 20 ou 30 minutos.

A maior causa de morte de náufragos e por ingestão de água salgada em grande quantidade. Ou seja, em geral eles evitam tomar a todo custo a água do mar e quando bate o desespero, tomam uma grande quantidade de uma só vez e acabam entrando em coma e morrendo.

Com relação a comida, o ideal é pescar os peixes e comer enquanto estão frescos, crus mesmo. Entretanto, a pesca pode ser muito difícil ou até mesmo impossível. E, se isso acontecer, apele para o papel.

Comer papel irá manter seu estômago – pelo menos um pouco – nutrido, e lhe dará a condição de sobreviver mais alguns dias. Entretanto, tenha em mente que são necessárias três semanas sem alimentação para vir a óbito. Ou seja, é mais provável que até lá você já tenha morrido de sede.

Segundo passo para sobreviver a naufrágios

2 sobreviver a naufrágios

Por incrível que pareça, o que mais mata náufragos é a própria mente. Portanto, é muito importante que você mantenha o controle da sua mente em situações como esta.

Comece ocupando seu dia com uma rotina do que deve fazer todos os dias. Assim, você estará sempre ocupado com suas tarefas e irá evitar o que a vovó sempre dizia “Cabeça vazia é oficina do diabo”. Pois, é quando a solidão e o desespero chegam no ápice, que a maioria dos náufragos se rende para morrer afogado no fundo do mar.

Além de definir tarefas diárias, procure observar cada detalhe de cada coisa que estiver por perto, incluindo pássaros, peixes, tubarões, ou o próprio bote salva-vidas.

Também é uma excelente hora para fazer reflexões sobre sua vida pessoal, profissional, a política do seu país, do mundo, a economia, a história. Enfim, quanto mais assunto melhor! O importante é manter a mente sempre ocupada, até porque assim o tempo passa bem mais rápido.

>> Saiba como sobreviver na Neve clicando aqui <<

E aí, gostou do artigo? Então não deixe de compartilhar com os seus amigos no Facebook e, claro, não esqueça de deixar seu comentário nos campos abaixo!

You Might Also Like

Nenhum comentário

Leave a Reply

Close